12/01/2022

Como medir alta tensão

Por Davi Andrade

Alta tensão: O que é e como medir

 

Para garantir a segurança de todos, saber como medir alta tensão é fundamental para quem trabalha no ramo da eletricidade. Ao verificar uma elevação entre os pontos de medição, é necessário tomar as medidas necessárias de segurança.

A corrente elétrica pode gerar inúmeros riscos para o ser-humano. Dependendo da potência, com apenas um toque em um fio desencapado, por exemplo, o risco de vida é enorme.

 

Como medir alta tensão

 

Nesse caso, os profissionais capacitados devem isolar bem todas as áreas onde passam correntes de alta tensão. Além disso, principalmente,  fazer a medição para identificar se a potência é adequada para o ambiente.

Nesta leitura, você vai ver tudo o que é necessário sobre como medir alta tensão. E mais, vai conhecer quais os instrumentos corretos para serem utilizados. Confira!

 

O que é alta tensão ?

 

Tensão é o mesmo que voltagem, ou seja, quando um campo elétrico causa corrente elétrica em um condutor, a medida dessa energia em potencial é a tensão.

A corrente elétrica é gerada com alta tensão e, para que ela seja distribuída para as residências e estabelecimentos, é necessário que as subestações reduzam essa corrente.

Essa redução é feita não somente em residências, mas também em empresas grandes e fazendas. A  energia passa pelos transformadores para que haja a redução adequada em cada ponto.

A alta tensão pode, não somente causar danos aos trabalhadores, como também ser fatal para quem não tem as habilidades necessárias. Portanto, quem trabalha nesse ramo passa por um treinamento para se capacitar.

Nesse treinamento, além de todas as regras para a execução do trabalho, é abordado também como medir alta tensão e utilizar os instrumentos necessários para a medição.

 

 

Ponta de alta tensão

 

A ponta de alta tensão é utilizada com o intuito de reduzir a porcentagem do circuito de medição. Ela é basicamente, um divisor que se conecta ao aparelho de medição e permite que, em seguida, a tensão seja medida pelos instrumentos como o voltímetro ou o multímetro.

Para entender melhor, é preciso saber que a energia é distribuída pela rede em alta tensão e, a ponta de alta tensão, faz o trabalho de adequar o nível de energia para que chegue da maneira correta nas residências.

Ela é uma ferramenta que todos os técnicos que trabalham no meio elétrico deveriam ter, pois, apesar de ser simples, ela evita acidentes elétricos e choques.

E, não importa qual a parte da ponta deverá ser conectada ao fio, ambas as partes podem ser conectada e o resultado será o mesmo, facilitando o manuseio do equipamento.

 

Como se mede a tensão elétrica 

 

O primeiro passo para saber como medir alta tensão é ter em mãos os instrumentos necessários. Deve-se encostar uma das pontas de prova em um fio e outra ponta em outro fio.

Em seguida, deve-se olhar no display do instrumento o nível da tensão e verificar se confere com a rede elétrica. A chave seletora precisa estar em ACV e na escala superior de tensão a ser medida.

É preciso saber o nível de tensão correto do ambiente que, em alguns casos, é 110 e em outros 220 volts.

 

Quais são os instrumentos de medição 

 

Para saber como medir alta tensão, é necessário estar com os aparelhos adequados em mãos. Esses aparelhos são chamados de voltímetros e podem ser tanto analógicos, quanto digitais.

 

 

Os digitais são considerados melhores, pois sua leitura possui um valor de potência mais confiáveis.

Além deles, é possível medir a tensão elétrica também com o multímetro. Ele é um aparelho mais moderno e que mede com maior intensidade a potência, conseguindo verificar variadas grandezas da corrente elétrica.

O multímetro também possui duas versões, a analógica e a versão digital.

 

Trabalho em alta tensão

 

O trabalho em alta tensão é considerado uma profissão de risco, pois os profissionais se expõem a uma corrente superior a 1.000 Volts que é alternada segundo a NR10.

E, existem para esses trabalhadores, medidas de prevenção para que a segurança deles sejam garantidas. Além disso, é necessário também que eles utilizem Equipamentos de Proteção Individual (EPI).

Hoje em dia, o trabalho em alta tensão é feito, muitas vezes, com as redes ligadas a energia e não mais como era antigamente, onde se desligada a corrente elétrica para que eles pudesse trabalhar.

Isso acontece para que os clientes não sejam desenergizados, por isso a importância de saber como medir alta tensão e evitar acidentes e danos.

 

 

Normas regulamentadoras

 

As Normas Regulamentadoras, também chamadas de NRs, são normas usadas para orientar e definir todos os procedimentos que devem ser aplicados para a segurança, proteção e saúde dos profissionais.

Para os trabalhos de risco, essas garantem a prevenção de acidentes e asseguram o profissional caso aconteça algo. Sua elaboração consiste em comissões onde há pessoas do governo, bem como trabalhadores e empregadores.

Existem ao todo 37 NRs que são classificadas em normas gerais, especiais e setoriais. Sendo as normas gerais a parte jurídica, as especiais a execução do trabalho como atividades, equipamentos, instalações, etc.

Já as normas setoriais, cuidam da execução do trabalho em áreas específicas dos setores econômicos e se classificam em três tipos de anexos que são chamados de Anexo tipo 1, Anexo tipo 2 e anexo tipo 3.

 

A Norma Regulamentadora 35 (NR35), por exemplo, é a responsável pelo trabalho em altura que, consiste em toda atividade realizada acima de dois metros do solo.

Nesse caso, ela é disposta para que o trabalhador, seguindo todas as orientações, tenha segurança no desenvolvimento de sua atividade. Além disso, através da NR35 é também feita uma Análise de Risco, onde é preciso avaliar potenciais riscos que o local de trabalho possa ter.

Assim como as outras NRs, é também necessário que trabalhadores e empregadores sigam todas as regras para que o trabalho seja desenvolvido da maneira correta, evitando danos a todos os envolvidos.

E também, o uso obrigatório de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) estão listados na norma.